logo Troca linha TROCA - Plataforma por um Comércio Internacional Justo

Parlamento do Canadá reprova rotulagem dos OGM

Parlamento do Canadá reprova rotulagem dos OGM

Parlamento do Canadá reprova rotulagem dos OGM

14 municipalidades canadianas pediram apoio aos seus representantes no parlamento e encorajaram outros a fazer o mesmo, antes da votação da lei C-291, sobre a rotulagem dos alimentos OGM.

O resultado foi o seguinte: 61 votos a favor da rotulagem obrigatória dos OGM e 216 contra.

Na ausência de rótulos esclarecedores, o Council of Canadians, em conjunto com outras organizações, está a pedir aos retalhistas que não vendam o novo salmão OGM, as novas maçãs OGM nem as novas batatas OGM.

O primeiro animal geneticamente modificado para comércio foi o salmão do Atlântico (que tem o dobro do tamanho normal e é injectado com corante para ter a cor rosada), o qual já poderá ser vendido no Canadá em 2018. As maçãs e batatas OGM também recentemente aprovadas pelo Canadá ainda não estão à venda nas prateleiras dos supermercados…

Desde 1998 que o Council of Canadians vem exigindo a rotulagem dos OGM…

Em 2001, o então PM Jean Chretien conseguiu derrotar a proposta de lei C-287 que pretendia consagrar a obrigatoriedade da rotulagem OGM…

Hoje, 64 países já têm rotulagem obrigatória dos OGM.

Brent Patterson, Council of Canadians, 17/5/2017

https://canadians.org/blog/14-chapters-ask-their-mp-back-mandatory-labelling-house-votes-it-down

Tradução e adaptação de Manuel Fernandes